OPINIÃO PÚBLICA
Início | Opinião Pública

24/02/2012
Afinal, quem são os animais?
Teresa Fernandes Evangelista

Os animais são nossos amigos! É uma frase batida, mas tão poucas vezes sentida.

A cada dia que passa, são cada vez mais os animais abandonados pelos seus donos, e muitos com maus tratos pela agressão física e psicológica a que são submetidos. É tão difícil entender o porquê destas situações, quando estamos a falar do comportamento humano perante seres que são totalmente dependentes de nós, e que nos dão total dedicação e amizade. É caso para perguntar, afinal quem são os animais?

Recentemente adoptei uma cadela, já adulta, abandonada e sofrida que apareceu à porta de casa, e a quem dei o nome de Mila. Nos primeiros tempos, a Mila tinha medo de tudo e de todos, não se aproximando de ninguém. Comecei a alimentá-la, e a aproximar-me com a distância que me pedia, fazendo pequenas festas quando era possível, porque ela logo se afastava. Era notório o sofrimento porque certamente já teria passado. Foi precisa paciência, e muito carinho para que a Mila percebesse que ali ninguém a iria voltar a magoar. Finalmente, algum tempo depois a Mila aprendeu novamente a confiar nos humanos. Foi tão fácil – o perdão e confiança a troco de comida e respeito! Dá que pensar não dá? Afinal quem são os animais?

No percurso desta aproximação a Mila engravidou, fruto da sua feminilidade e dos vários “machos caninos” que não se fizeram nada rogados. Foi mesmo antes da Mila dar à luz que a recolhi para casa, sem que ela manifestasse qualquer sinal de medo ou receio dos humanos. Já éramos amigas. Desta gravidez nasceram 9 lindos e perfeitos bebés. Verdade seja dita que fiquei completamente aterrorizada. E agora meu Deus… tantos cachorrinhos, que vou fazer? Como os vou tratar? Qual vai ser o futuro destes pequenos seres? Quase desesperei!

A verdade é que passou pouco mais de um mês desde os nascimentos, e com o apoio da família, das redes sociais, de vários amigos, dos amigos dos amigos …de desconhecidos, … de muita persistência na procura de donos 5 estrelas, posso dizer que todos eles já têm um lar para onde ir. Um lar onde receberão amor e carinho, em troca de uma total dedicação e verdadeira amizade. Estou muito feliz por todos eles, e pelo ser humano. Afinal ainda há pessoas que, como eu que respeitam e acarinham os animais abandonados. Aprendi também eu, uma grande lição. Os meus receios relativos ao futuro dos cachorrinhos e da Mila foram ultrapassados. A Mila irá daqui a poucos dias, após a entrega dos filhotes, ser sujeita a uma esterilização evitando outras gravidezes futuras. Brevemente a Mila vai-se juntar aos outros dois cães que já tinha em casa, um Labrador e uma Grand à Noir. Vão fazer um trio muito bonito e simpático, não concordam? Aproveito para agradecer a todos os que tornaram possível todas as 9 doações dos cachorrinhos mais bonitos que já vi!

Infelizmente, os canis/gatis continuam a acolher cada vez mais animais, no mesmo estado, ou pior daquele em que a Mila se encontrava. É importante que cada um de nós contribua para o bem-estar daqueles animais, abandonados ou ignorados por nós humanos. E são tantas as formas que existem para o fazer: ou com oferta de comida, de bens materiais necessários ao seu equilíbrio e saúde, medicamentos, brinquedos adequados, (…) e mais importante ainda, porque não adotar um animal? No mínimo terá ali um AMIGO para a vida!

Procure na sua zona onde reside, certamente haverá animais à sua espera!

Adopte um animal.

Eu já o fiz!

• Água
• Ambiente
• Biodiversidade e paisagem
• Construção e arquitectura
• Energia
• Resíduos
• Sustentabilidade
• Ciência
SABER
Pela Eurodeputada Maria da Graça Carvalho
AGENDA

9 a 10 Abril de 2014.
 
BLUE LIFESTYLE
• Ambiente
• Decoração - tendências
• Hotel
• Moda - shopping
• Moda - tendências
• Noite&Dia
• Restaurantes
• Spa
• Viagem
Vintage
Móveis de outros tempos
 
SONDAGENS
SUGESTÃO

Livro
Guide to Natural Housekeeping
 
Canais
Directórios
Apoios
My Portal
Quem Somos