NOTÍCIAS
Início | Notícias

Amianto
05/11/2012
Ainda não sabemos quantos edifícios contêm amianto
Redacção Planetazul
O Governo comprometeu-se a fazer a avaliação do estado de degradação dos materiais com amianto nos edifícios públicos, em 2011, mas essa lista tem demorado a chegar. Na passada quinta-feira, a Quercus anunciou que vai denunciar ao Comité de Altos Responsáveis da Inspecção do Trabalho (CARIT) o incumprimento do Estado português nesta matéria.
O problema já tem algum tempo, mas explica-se rápido. A Lei n.º 2/2011 exigia que, em Fevereiro de 2012, todos os edifícios públicos que contivessem amianto fossem identificados e listados. Nessa data, o partido ecologista 'Os Verdes' lembrou o que o Governo se tinha esquecido: a lista ainda não estava feita.

Em resposta, o secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território, Pedro Afonso Paulo, garantiu que teria a lista elaborada em Outubro de 2012.

“Ainda no passado dia 24 de Maio a Quercus, ao apoiar a contestação da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola EB 2-3 Dr.º Rui Grácio de Montelavar que reclamava a análise do estado do fibrocimento do telhado da escola, voltou publicamente a exigir que a legislação fosse cumprida”, escreveu a associação ambientalista, em comunicado.

Agora, estamos em Novembro. “[O] Governo parece brincar com a saúde dos portugueses”, acusam. “Estão em causa não só aspectos ambientais, mas também de segurança dos utilizadores dos edifícios como os funcionários públicos e os clientes que usam os vários serviços disponíveis pela administração”, disse Pedro Carteiro, à Lusa, citado pelo Público.

Os perigos

O amianto foi utilizado na construção de edifícios, em Portugal, graças as suas capacidades de isolamento sonoro e resistência ao fogo. Mais tarde, descobriu-se que era um material cancerígeno e foi proibida a sua utilização, em 2005. Ainda assim, avisou a Quercus, “é ainda hoje possível encontrar amianto em diversas utilizações como no revestimento de paredes, alcatifas ou no isolamento de condutas e tectos”.

É um material constituído por fibras finas e facilmente inaláveis, característica que aumenta a probabilidade de gerar problemas de saúde (entre eles, o cancro do pulmão ou outras doenças respiratórias).

Mais informações sobre o amianto aqui.
• Água
• Ambiente
• Biodiversidade e paisagem
• Construção e arquitectura
• Energia
• Resíduos
• Sustentabilidade
• Ciência
SABER
Pela Eurodeputada Maria da Graça Carvalho
AGENDA

9 a 10 Abril de 2014.
 
BLUE LIFESTYLE
• Ambiente
• Decoração - tendências
• Hotel
• Moda - shopping
• Moda - tendências
• Noite&Dia
• Restaurantes
• Spa
• Viagem
Vintage
Móveis de outros tempos
 
SONDAGENS
SUGESTÃO

Livro
Guide to Natural Housekeeping
 
Canais
Directórios
Apoios
My Portal
Quem Somos