NOTÍCIAS
Início | Notícias

Ano Internacional das Florestas
03/01/2011
Adeus, Biodiversidade. Olá, floresta
Redacção Planetazul
2010 terminou e, com ele, também o Ano Internacional da Biodiversidade se despediu. Agora as atenções mediáticas vão dirigir-se para outra causa. O ano de 2011 foi proclamado pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) como o Ano Internacional das Florestas.
O secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, fez um “balanço muito positivo” do Ano Internacional da Biodiversidade e os especialistas dividiram-se: cumpriu o objectivo de sensibilizar a sociedade para a importância de preservar as espécies, mas parece não ter conseguido avançar com as decisões políticas necessárias.

Balanços à parte, agora o ano é outro e a preocupação também: as florestas. De acordo com o 5.º Inventário Florestal Nacional (IFN), de Setembro, a floresta portuguesa apresenta uma taxa de 39 por cento de ocupação de solo e armazena o equivalente a 279.519 toneladas de CO2. Além do mais, de acordo com a organização WWF, contém 70 por cento da biodiversidade terrestre e a desflorestação é responsável por 15 por cento das emissões globais.

Assim, “pela importância com que se revestem e pela pressão a que estão sujeitas”, diz a WWF, foi instituído o Ano Internacional das Florestas (AIF). O objectivo é “sensibilizar para a gestão sustentável, conservação e desenvolvimento sustentável de todos os tipos de florestas”, lê-se no site oficial da iniciativa da ONU. O tema é “Florestas para o Povo”.

A partir do passado dia 1 de Janeiro e durante 12 meses serão promovidas por todo o globo acções tendo em vista o objectivo de sensibilização da população para as florestas e as ameaças que as rodeiam. Em Portugal, será a Comissão Nacional da UNESCO, lado a lado com a Secretaria de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, a dinamizar a celebração.

“É possível e desejável para um país como Portugal, que necessita de utilizar e potenciar todos os seus recursos, que este recurso florestal seja cada vez mais potenciado e utilizado numa diversidade que se pretende equilibrada”, afirmou o secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Rui Barreiro, numa entrevista à agência Lusa, citada pelo semanário Sol.

De acordo com Rui Barreiro, está a ser organizado um programa para o AIF que incluirá “cinco grandes eventos”, entre outras acções, e deverá ser apresentado este mês (Janeiro). A nível internacional, ainda não houve uma apresentação oficial, mas já está agendada: será em Nova Iorque, a 24 de Janeiro.

Números animadores

As notícias que nos chegam da floresta até têm vindo com uma embalagem positiva. No dia 1 de Janeiro, em entrevista ao jornal Expresso, o cientista brasileiro Carlos Nobre, um dos pais da Teoria da Savanização da Amazónia, garantia que a desflorestação da maior floresta tropical do planeta diminuiu 60 por cento nos últimos cinco anos.

No que a Portugal diz respeito, Rui Barreiro lembrou que “no último século, provavelmente, a floresta cresceu quase 75 por cento”.
• Água
• Ambiente
• Biodiversidade e paisagem
• Construção e arquitectura
• Energia
• Resíduos
• Sustentabilidade
• Ciência
SABER
Pela Eurodeputada Maria da Graça Carvalho
AGENDA

9 a 10 Abril de 2014.
 
BLUE LIFESTYLE
• Ambiente
• Decoração - tendências
• Hotel
• Moda - shopping
• Moda - tendências
• Noite&Dia
• Restaurantes
• Spa
• Viagem
Vintage
Móveis de outros tempos
 
SONDAGENS
SUGESTÃO

Livro
Guide to Natural Housekeeping
 
Canais
Directórios
Apoios
My Portal
Quem Somos