VIDA & LAZER
CASA
EMPRESA
LOCAL
Início | Casa

22/09/2011
Bê à bá da limpeza ecológica
Receitas para todos os usos
Ele há produtos para limpar o chão, a bancada, a vitrocerâmica, as panelas, os vidros, a sanita, os móveis, o forno, as pratas, a roupa … Se o seu armário dos detergentes mais parece o corredor do supermercado dedicado a estes produtos, está na hora de fazer uma revolução e adoptar a limpeza ecológica. Com uns ingredientes básicos, que até dão para outras coisas, como cozinhar, por exemplo, é possível manter os produtos químicos longe da sua casa e algumas economias no seu bolso. Sabia que as formulas dos modernos produtos de limpeza sintéticos se baseiam nas reacções químicas das antigas fórmulas das nossas avós?
Kit limpeza ecológica

Para um kit de limpeza ecológica há que ter em conta alguns ingredientes base. Podem ser usados sozinhos ou combinados entre si através de fórmulas básicas que podem inclusive ser rotuladas e guardadas em frascos com ou sem pulverizador para futuras utilizações. A maioria dos ingredientes já são habitués na cozinha e mesmo que seja necessário investir em alguns como é o caso dos óleos essenciais, vale o investimento. Adjectivos? Simples, baratos e eficazes.
Só há uma recomendação a ter em conta. Embora sejam naturais, por questões de segurança deve manter as fórmulas guardadas devidamente rotuladas e fora do alcance de crianças e animais.

Ingredientes base

Água fervente

Só é necessária uma panela e de um bico de gás ou uma chaleira eléctrica para conseguir água a ferver que, despejada semanalmente pelos ralos é ideal para impedir que os canos entupam.


Azeite

Gordura vegetal é usada para lubrificar e polir móveis e superfícies em madeira.


Batatas

Pois é, uma batata cortada em duas é mais que um simples carimbo usado em trabalhos manuais. De facto, meia batata é também um anti-ferrugem ideal para limpar tachos, panelas e outros objectos que contenham metais ferrosos.


Bicarbonato de sódio

O rei da limpeza ecológica é um mineral alcalino (pH cerca de 8,1) não abrasivo. Além dos usos culinários, o bicarbonato de sódio é especialmente eficaz na limpeza de vidro (janelas, copos, frascos…); na remoção de nódoas de vinho tinto de carpetes e tecidos; na eliminação de marcas de chá e de café de chávenas e bules; no polimento de inox e pratas; na limpeza da loiça da casa de banho, superfícies em fibra de vidro, bancadas e pias de cozinha; no desentupimento de canos; na remoção de odores da água, do ar e de tecidos…

Extracto de grainhas de uva

Desconhecido por muitos, o extracto de grainha de uva é um fungicida e desinfectante natural usado para eliminar o bolor.


Óleos essenciais

Ingredientes de algumas receitas de preparados ecológicos para limpezas, os óleos essenciais são, entre outras coisas, anti-fúngicos, anti-bacterianos e ambientadores. Destacam-se os óleos essenciais de lavanda, de cravinho e de planta do chá.


Pasta dos dentes (branca, natural)

Não é um dentífrico qualquer, tem que ser uma pasta dos dentes sem aditivos e sem risquinhas azuis ou verdes. É usada para limpar pratas e para remover manchas de água das madeiras.


Sabão e detergente

Sabão (de preferência na forma líquida) e detergentes são necessários para remover a gordura das roupas e superfícies. Diferentes na sua composição (sabão é o resultado da mistura de gordura com soda caustica e o detergente de materiais sintéticos), são usados em diferentes condições. Nas zonas com água dura deve usar-se detergente biodegradável sem perfumes. Se, pelo contrário a água for mole, pode usar-se o sabão.

Sal grosso

Presença obrigatória na cozinha, a sua utilidade vai além dos cozinhados. Limpar tachos, panelas e frigideiras, fornos e manchas de ferrugem são outros atributos até agora desconhecidos por muitos.


Soda (carbonato de sódio)

Parente do bicarbonato de sódio, a soda é eficaz na neutralização de odores e na remoção de manchas, nódoas e sujidade de gorduras, óleos minerais lubrificantes, cera e batom. Quimicamente mais alcalina (pH 11) que o bicarbonato de sódio, a utilização da soda liberta vapores inofensivos mas, por ser muito caustica, é recomendado o uso de luvas no seu manuseamento. Devido a esta característica nunca ser aplicada sobre superfícies envernizadas, em fibra de vidro, acrílicas ou de alumínio, a não ser que o objectivo seja a remoção do verniz e aspectos brilhantes e acetinados.


Sumo de limão

Agente de branqueamento para roupas e demais tecidos, o sumo de limão também é desengordurante e ingrediente de algumas receitas, como a usada para limpar e polir madeiras. E isto tudo porque é uma substancia ácida e que, por isso, neutraliza as substâncias alcalina como as manchas de calcário deixadas pela água, dissolver a gordura acumulada, eliminar nódoas e remover sujidade das superfícies de madeira.


Vinagre

Embora o cheiro característico, o vinagre branco é um poderoso agente da limpeza natural, devido às suas características ácidas, que, no uso se assemelham aos do sumo de limão.
De frigoríficos e outros electrodomésticos, passando pelo chão revestido a linóleo e por todos os tipos de superfícies envidraçadas existentes em casa (janelas, espelhos, portas de duche…), o vinagre elimina gorduras, manchas de sabão, bactérias e fungos.

Receitas

Para limpar sanitários

Fazer uma pasta com bicarbonato de sódio, sabonete líquido de azeite (ou outro de base vegetal, como a glicerina) e uma gota de óleo essencial de planta do chá ou lavanda.
Aplicar sobre a superfície com uma esponja e enxaguar com água.

Em alternativa pode usar-se vinagre branco (sozinho), vinagre branco diluído em água ou vinagre branco misturado com bicarbonato de sódio e umas gotas de óleo essencial (à escolha).


Para limpar vidros

Aspergir vinagre branco directamente sobre a superfície envidraçada e limpar com folha de jornal ou com um pano velho.

Em alternativa fazer uma mistura com três colheres de sopa de vinagre branco e dois copos de água ou uma mistura com três colheres de sopa de vinagre branco, dois copos de água e meia colher de sobremesa de sabonete líquido de azeite (ou outro de base vegetal).
Colocar a mistura num frasco com pulverizador para facilitar o uso e limpar com folha de jornal ou com um pano velho.


Para limpar madeiras

Para eliminar manchas de água da madeira, aplicar pasta dos dentes (branca, natural) sobre a mancha, deixar secar e limpar.

Para encerar e polir madeira, fazer uma mistura composta por três partes de azeite para uma parte de vinagre branco ou de duas partes de azeite para uma parte de sumo de limão. Colocar um pouco sobre um pano macio. Aplicar sobre a madeira.


Para limpar o forno

Basta espalhar sal grosso sobre as manchas e sujidade recente e limpar de seguida.

Para a gordura, espremer o sumo de um limão.
Deixar por uns minutos, esfregar e limpar de seguida.
(o mesmo aplica-se na limpeza das gorduras das bancadas).

Se não bastar, ou seja, para situações de sujidade instalada e incrustada, usar bicarbonato de sódio (uma chávena), água e detergente líquido.
Primeiro deve polvilhar-se generosamente o interior do forno com a água.
Cobrir totalmente as manchas de sujidade com o bicarbonato (a superfície deve ficar branca). Polvilhar com mais água.
Deixar de um dia para o outro para a gordura e sujidade mais entranhada se soltarem.
Remover com um pano.
Aplicar um pouco de detergente e limpar o restos de sujidade.

Para todos o tipo de limpezas

Misturar meia colher de sopa de soda com uma pitada de sabão líquido e dois copos de água quente (da torneira).
Colocar num frasco e homogeneizar até que a soda se dissolva.
Aplicar com um pano ou esponja e limpar.


Para desentupir canos

Deitar uma chávena de bicarbonato de sódio pelo ralo, seguida por três chávenas de água a ferver.


Para eliminar bactérias

Deitar vinagre branco pelo ralo uma vez por semana para prevenir o desenvolvimento de bactérias e germes na cozinha e casa de banho.

Para as superfícies (bancadas, sanitários, tábuas de corte, …) pulverizar com uma mistura de água e vinagre ou de água e óleos essências de lavanda ou planta do chá.


Para eliminar bolor

Pulverizar a superfície atacada pelos fungos (paredes, tectos, cortinas de duche…) com uma mistura de água (250 ml de água) com algumas gotas de extracto de grainha de uva (20 gotas) e deixar secar.

Em alternativa pode usar-se uma mistura de água com vinagre branco, água com vinagre branco e óleo da planta do chá ou apenas água (dois copos) e óleo da planta do chá (duas colheres de chá).


Para remover manchas de ferrugem

Polvilhar as manchas de ferrugem nos tecidos com sal.
Espremer um limão e deixar repousar por várias horas (a rodela de limão pode ficar sobre a nódoa).
Lavar.

Para as panelas e tachos, cortar uma batata em duas, passar a face cortada por sal grosso e esfregar a superfície com ferrugem.

• Água
• Ambiente
• Biodiversidade e paisagem
• Construção e arquitectura
• Energia
• Resíduos
• Sustentabilidade
• Ciência
SABER
Pela Eurodeputada Maria da Graça Carvalho
AGENDA

9 a 10 Abril de 2014.
 
BLUE LIFESTYLE
• Ambiente
• Decoração - tendências
• Hotel
• Moda - shopping
• Moda - tendências
• Noite&Dia
• Restaurantes
• Spa
• Viagem
Vintage
Móveis de outros tempos
 
SONDAGENS
SUGESTÃO

Livro
Guide to Natural Housekeeping
 
Canais
Directórios
Apoios
My Portal
Quem Somos